O QUE SIGNIFICAM AS MARCAÇÕES NOS PNEUS, ENTENDA

    22/08/2018

    O QUE SIGNIFICAM AS MARCAÇÕES NOS PNEUS, ENTENDA

    O que significam as marcações nos pneus, entenda:

     

    Os pneus chegam de fábrica com diversas marcações em suas laterais e muitas vezes nós nem fazemos ideia do que elas querem dizer. As informações contidas podem ser referentes às dimensões, características ou à marca do pneu.

    É importante entender as marcações para ter a certeza de que você estará comprando o pneu adequado para o seu carro, e não ser enganado por um vendedor mal-intencionado.

    Por isso, trouxemos um rápido guia para você entender o que significam as marcações nos pneus. Acompanhe!

     

    O significado das marcações no flanco dos pneus Dimensões 

     

    No campo das dimensões estão informações quanto às medidas do pneu e também à sua capacidade de carga. Essas informações são parâmetros de suporte máximo, não necessariamente indicando que o motorista possa exceder os limites previstos pela legislação.

    Tomaremos como exemplo um pneu com as seguintes marcações de dimensão: 225/55 R 17 97 W.

    225: indica a largura do pneu em milímetros. Neste caso, o pneu possui 225mm de largura.

    55: indica a série do pneu. A série é a relação entre a altura do flanco (lateral) do pneu com a largura do mesmo. Neste caso, a altura do flanco corresponde a 55% da largura do pneu. Quanto menor a porcentagem, menor é a altura do flanco. Quanto menor a altura, melhor a aderência nas curvas, porém, resultante em uma condução menos confortável.

    R: esta letra indica a construção interna do pneu. Neste caso, a construção é radial. Praticamente todos os pneus em circulação hoje são construídos desta forma. Isso significa que os cabos têxteis da carcaça atravessam o pneu de um lado ao outro.

    17: indica o diâmetro interno do pneu, em polegadas. Neste caso, o pneu possui 17 polegadas de diâmetro interno.

    97: valor correspondente ao índice de carga do pneu. O índice de carga indica qual a carga máxima suportada pelo pneu. Porém, o número não indica que o pneu suporta 97kg. O número é o correspondente em uma tabela (como visto mais abaixo) para determinar o peso suportado. A tabela de correspondências determina a carga em kg para cada índice. No caso do nosso exemplo, 97 significa que a carga suportada é de até 730kg/pneu.

    W: corresponde ao índice de velocidade máxima de um pneu para poder suportar a carga com segurança. Cada letra corresponde a uma velocidade em km/h. Porém, de forma nenhuma a tabela autoriza o motorista a exceder a velocidade máxima prevista pela sinalização de trânsito. Os valores são somente parâmetros técnicos. No nosso exemplo, a velocidade máxima para suporte da carga de 730kg/pneu (vide índice de carga) é de 270km/h.

    Imagem ilustrativa, iremos produzir uma própria

    Código DOT 

    Outro código para você entender o que significam as marcações do pneu é o código DOT. A sigla significa “Department of Transportation”, inglês para Departamento de Transporte. Trata-se de uma norma de segurança originária dos Estados Unidos.

    Vamos pegar como exemplo um pneu com o seguinte código DOT:

    M5 D0 L8MX 5017

    M5: código do fabricante do pneu.

    D0: código do tamanho do pneu.

    L8MX: código de série. Este número é opcional de fabricação de cada fabricante.

    5017: semana e ano de fabricação. Neste caso, o pneu foi fabricado na semana 50 do ano de 2017.

    Não é recomendado utilizar um pneu com mais de 5 anos de fabricação. As condições físicas e químicas do pneu podem se alterar com o tempo, até mesmo se ele for bem conservado e armazenado durante este período.

    Procure pneus mais novos para garantir maior vida útil a eles antes de realizar uma nova troca. Inspecione os pneus do seu carro para verificar a data quando você o levar a um profissional, garantindo que não foram substituídos sem a sua permissão.

    Entenda o que significam as marcações nos pneus para se resguardar e fazer sempre a melhor escolha.

     

    Como prolongar a vida útil dos pneus? 

    Além de entender o que significam as marcações nos pneus, também é recomendável que você saiba como prolongar sua vida útil, a fim de evitar trocas antes da hora. Algumas atitudes podem ajudar a preservar o estado dos pneus durante mais tempo.

     

    Calibragem 

    A calibragem dos pneus é extremamente importante, não apenas para preservar sua vida útil, mas também para a segurança na estrada. Um estudo de uma empresa americana de pneus constatou que cerca de 50% dos carros rodam pelas estradas com pneus descalibrados, sendo que 20% destes são considerados casos perigosos.

    A pressão interna dos pneus influencia diretamente em sua durabilidade. A calibragem deve ser realizada semanalmente, respeitando os limites de pressão indicadas no manual do proprietário do seu carro.

    Pneus murchos ficam mais propensos a derrapagens, contribuem com o desgaste e aumentam o consumo de combustível em cerca de 5%.

    Entender o que significam as marcações nos pneus não é o suficiente para preservá-los. Certifique-se de manter a calibragem sempre em dia, evitando acidentes e trocas desnecessárias.

     

    Faça o rodízio dos pneus 

    Fazer o rodízio significa trocar os pneus de eixo de tempos em tempos. Fazendo isso, você garante que o desgaste se dará uniformemente em todos os pneus, evitando sobrecargas em um deles.

    Além disso, o rodízio também diminui o consumo de combustível, pois evita que um dos pneus “puxe” o carro, resultando em maior esforço do motor. Troque os pneus de posição a cada 5 mil quilômetros rodados, ou quando perceber um desgaste maior em um deles.

     

    Compre pneus de qualidade 

    O barato pode sair caro. Pneus de qualidade duvidosa, remanufaturados ou de segunda linha podem colocar em risco a condução. Compre pneus com o selo do Inmetro e de fontes confiáveis.

     

    Compartilhe este post 

    Você já entende o que significam as marcações nos pneus e como preservar sua vida útil, mas talvez os seus amigos e familiares ainda não saibam. Para que tenhamos ruas e estradas mais seguras, é essencial compartilhar informações importantes como esta. Faça sua parte!