PROBLEMAS NO CÂMBIO AUTOMÁTICO? SAIBA IDENTIFICAR!

    27/12/2017

    PROBLEMAS NO CÂMBIO AUTOMÁTICO? SAIBA IDENTIFICAR!

    Há algum tempo o câmbio automático deixou de ser um item de luxo para fazer parte do dia a dia de muitos proprietários de carros no Brasil, mas mesmo com a popularidade e a chegada de novas tecnologias, ainda existe um fantasma que perturba a mente de muitos brasileiros: o câmbio automático quebra muito fácil. Será mesmo?

    Não é bem por aí, mas de qualquer forma, vamos criar um cenário pensando na pior das hipóteses para te ajudar a identificar os primeiros sinais de que o seu câmbio automático pode estar com algum problema.

    Para entender como, continue acompanhando esse post e aprenda algumas dicas valiosas para evitar um grande prejuízo.

    Afinal, o câmbio automático quebra com facilidade?

    Na verdade todo e qualquer tipo de câmbio, seja ele manual ou automático, quebra. Infelizmente ainda não foi inventado um sistema mecânico que, mais cedo ou mais tarde, não vá quebrar.

    O que pode antecipar a quebra é a má utilização do câmbio, por isso é importante conhecer um pouco sobre como funciona a transmissão do seu carro.
    Assim você poderá fazer um bom uso e aumentar a vida útil de todo o sistema de transmissão do seu veículo.

    No caso específico do câmbio automático, o ideal é que você se familiarize com as novas nomenclaturas dando uma boa lida no manual do veículo.

    Além disso, é muito importante seguir todas as orientações do manual como por exemplo pisar no freio, para liberar o engate, antes de dar a partida no motor, para só aí mudar o câmbio da posição P (Parking) de estacionamento para a posição D (Driver) dirigir ou mesmo para engatar a ré, que requer um cuidado especial.

    O carro deve estar totalmente parado e para acionar a ré, indicado no câmbio pela letra R, é preciso que você aperte o botão que trava o sistema de segurança e evita que a ré seja acionada acidentalmente. Esse botão que trava a ré, geralmente é vermelho e fica no próprio câmbio.

    Seguindo as orientações de uso do manual do veículo e respeitando os períodos de manutenção, como troca do fluído de freios, também indicado no manual do seu carro, você vai conseguir evitar quebras e prejuízos.
    Isso vale tanto para câmbios automáticos como para manuais.

    Problemas no câmbio automático? Saiba identificá-los!

    Abaixo segue uma lista com algumas dicas de como identificar algum eventual problema no seu câmbio automático.

    – O câmbio dá trancos durante a troca de marcha ou quando o carro para;
    – O câmbio fica “patinando” enquanto está em uso;
    – O conversor de torque faz barulhos ou ruídos fora do comum;
    – Começa a vazar o óleo do câmbio automático;
    – O painel acende a luz de anormalidade do câmbio automático;
    – O câmbio para de responder e não muda de marcha

    Caso seu carro apresente algum desses problemas, procure imediatamente uma oficina de sua confiança, acione o seguro ou busque pelo posto de combustível mais próximo, se estiver na estrada, eles poderão te indicar um local para fazer um atendimento emergencial.

    Outra dica é: continue acompanhando os conteúdos do blog e fique por dentro de tudo que está relacionado com a manutenção de veículos.