Encher o tanque do carro após o primeiro clique da bomba: é prejudicial?

    28/07/2021

    Encher o tanque do carro após o primeiro clique da bomba: é prejudicial?

    Na hora de encher o tanque do automóvel, uma dúvida pode surgir: é prejudicial encher após o clique da bomba? A prática de encher "até a boca" ainda é comum em alguns lugares do país. Porém, isso pode resultar em danos para o carro, o meio ambiente e até para a saúde. No texto de hoje vamos entender o motivo de ser prejudicial, então continue a leitura.

     

    Nos anos 90 começou a ser utilizado nos veículos um dispositivo chamado cânister, que fica entre o tanque de combustível e a admissão do motor. Sua função é captar e reter o vapor do combustível quando o veículo estiver sendo abastecido, para reduzir os gases poluentes que são emitidos.

     

    Por isso é necessário ter um espaço para esse vapor, entre o nível máximo do combustível previsto no tanque e o bocal de abastecimento. E o que acontece se o tanque for abastecido "até a boca"? Bem, o excesso de combustível vai parar no cânister, que contém carvão ativado. Assim, não apenas ele fica danificado, mas também pode contaminar outros componentes mecânicos, além de prejudicar a própria filtragem de vapores feita pelo equipamento.

     

    Problemas de Saúde e para o Meio Ambiente

     

    Além de prejudicar o carro, essa atitude pode fazer mal para o frentista. Quando o limite da bomba não é respeitado, o vapor do benzeno, substância presente na gasolina, se manifesta.

     

    Essa é uma substância tóxica e cancerígena, e a exposição prolongada a ele pode causar anemia, leucopenia ou até quadros de câncer. Por conta desses riscos, alguns países já realizam campanhas de conscientização, e projetos começam a ser desenvolvidos pelo Ministério da Saúde.

     

    Mas o meio ambiente também pode ser prejudicado. Quando o cânister é afetado, ele não consegue tratar corretamente os poluentes, que são liberados para a natureza, aumentando a poluição causada pelos carros.

     

    Por isso, na hora de colocar gasolina no carro, fique atento. Ao primeiro clique, caso o frentista não retire a bomba, já faça o alerta. Todos saem ganhando: você com um carro sem problemas, o frentista que não será exposto a riscos desnecessários, e o meio ambiente com menos poluição.

     

    Gostou da leitura? Compartilhe com um amigo para conscientizá-lo também! E precisando de peças e pneus, procure a PMZ mais perto de você!