Manutenção preventiva: 6 itens importantes a serem revisados

    09/11/2020

    Manutenção preventiva: 6 itens importantes a serem revisados

    Você já se perguntou quando a manutenção preventiva de seu automóvel deve ser feita? A verdade é que muitas pessoas esperam o carro dar algum problema para aí sim ir em busca de ajuda mecânica. Esse é um grande erro, pois a manutenção preventiva tem justamente o objetivo de melhorar a performance do veículo e garantir uma maior vida útil às peças.

     

    Por isso, pensando em lhe ajudar a entender melhor sobre a manutenção preventiva, preparamos esse artigo com dicas, vantagens e quando esse tipo de manutenção deve ser feita. Ficou curioso? Continue lendo as próximas linhas!
     

    Manutenção preventiva x manutenção corretiva

    A manutenção preventiva, como o próprio nome diz, tem como objetivo prevenir e monitorar o funcionamento dos componentes do carro. Ela é capaz de evitar falhas e problemas futuros, mantendo sempre o bom desempenho do automóvel. Não fazer a manutenção preventiva periodicamente pode acarretar em gastos muito maiores do que o imaginável.

     

    Já a manutenção corretiva tem como objetivo corrigir ou substituir componentes do veículo que estão danificados. Geralmente, essa manutenção é feita em casos de extrema necessidade, em que defeitos não previstos aparecem. É comum que a manutenção corretiva gere mais gastos, por isso se torna algo não viável para o bolso do motorista. Além de levar mais tempo para o concerto, outros componentes do automóvel também podem ser prejudicados, podendo ocasionar até mesmo acidentes.

     

    Itens que merecem atenção e manutenção preventiva


    Separamos 6 itens que merecem sua atenção e necessitam de manutenção preventiva periodicamente, veja abaixo:
     

    Pneus
     

    Os pneus são itens que devem ser sempre revisados. É importante se dar atenção à calibragem correta, alinhamento e geometria de cada um deles para que sua vida útil seja elevada e a segurança mantida.
     

    Suspensão
     

    O sistema de suspensão está totalmente interligado aos pneus, por isso precisam de acompanhamento frequente para que grandes desgastes possam ser evitados. O sistema é composto por diversos itens, como amortecedores, coxins, molas, pivôs, dentre outros componentes. Estes têm como função manter a estabilidade do carro promovendo a absorção de impactos e uma melhor dirigibilidade.

     

    Freios
     

    Outro componente essencial que precisa de manutenção preventiva são os freios. A indicação é que a cada 10 mil quilômetros rodados a manutenção dos discos de freio, pastilhas, lonas, tambores e todos os componentes do sistema seja feita. Além de garantir uma maior segurança, a manutenção ainda permite que peças de outros sistemas sejam preservadas.

     

    Óleo lubrificante
     

    O óleo lubrificante tem a função de reduzir o atrito entre as peças e manter a temperatura adequada do motor. Por isso, é importante que a sua troca seja feita seguindo as orientações informadas no manual do fabricante do veículo. Essa manutenção é muito importante, pois garante uma maior durabilidade e desempenho do motor.

     

    Filtros
     

    Os filtros são essenciais para todos os automóveis e são capazes de reter impurezas e partículas que podem afetar diversos componentes do veículo e até mesmo a saúde dos ocupantes. Geralmente o período em que a troca deve ser feita é indicada pelas montadoras ou pelo fabricante do filtro, podendo variar considerando a rodagem do veículo.

     

    Correias
     

    As correias merecem atenção, pois o funcionamento do veículo depende delas. Um carro pode ter até 4 tipos diferentes de correia, porém a mais importante é a correia dentada. Localizada no interior do motor, essa correia faz conexão entre o virabrequim e o comando de válvulas. Sua principal função é fazer a sincronia das duas partes, por isso é importante fazer a sua verificação periodicamente. É recomendado que a troca seja feita seguindo corretamente as orientações contidas no manual do fabricante, evitando que grandes prejuízos sejam causados.

     

    Agora que você já sabe quais são os itens mais importantes que precisam de manutenção preventiva é só ficar de olho. Lembre-se que essa manutenção se torna ainda mais essencial antes de pegar a estrada.
     

    Gostou do conteúdo? Conheça nossos outros artigos acessando a página principal do #BlogPMZ!